Como eliminar a flacidez?

FlacidezO conceito de beleza tem mudado muito nos últimos anos, há uns 8/10 anos havia apenas a preocupação de perder peso, depois mais do que o peso o que incomodava era a celulite ou a gordura localizada.
A sociedade torna-se cada vez mais exigente em termos visuais e as preocupações de hoje são várias, uma delas, a que vamos falar hoje, a flacidez.
Isto é uni-sexo e universal, todos nós nos preocupamos com o nosso aspecto e quando feito com moderação é muito saudável que o façamos.

O que é a Flacidez?

Existem dois tipos de flacidez.
A flacidez muscular que é provocada por uma baixa % de massa muscular corporal e a pouca actividade das fibras musculares (sedentarismo).
A Flacidez cutânea que é provocada por excesso de pele e pode ou não apresentar estrias.
Em ambos os casos o toque dos tecidos é mole e o aspecto “pendurado” que resulta da flacidez é algo que ninguém gosta. Podemos apresentar apenas um ou os dois tipos de flacidez.

O que causa a Flacidez?

A flacidez muscular é causada por um estilo de vida sedentário, as profissões na posição sentado ou com pouco esforço muscular, andar de carro ou transportes em vez de bicicleta ou a pé e a falta de exercício físico são os principais responsáveis. Outra questão é a idade à medida que envelhecemos vamos “naturalmente” perdendo massa muscular.

Flacidez vs Tonificação

A flacidez cutânea é provocada pela distensão das fibras de elastina e colagénio bem como a diminuição da espessura do tecido conjuntivo que é o que garante a estrutura e firmeza da pele. Quando a pele estica e não está bem hidratada, ou se estica a um ponto para além da sua capacidade, pode não conseguir voltar ao seu tamanho normal, provocando um excesso de pele. Vários factores podem contribuir para isso, uma grande perca de peso, gravidez, dietas iô-iô que provocam flutuações de peso, idade e genética. Quando a pele estica até ao ponto de rompimento das fibras de elastina e colagénio forma-se uma cicatriz, a qual designamos por estria.

Como posso prevenir?

Podemos prevenir a flacidez muscular levando um estilo de vida o mais activo possível. Andar a pé, subir escadas e praticar exercícios físicos regularmente. A partir dos 35 anos devemos praticar uma actividade física que promova o aumento da massa muscular para prevenir a sua diminuição natural.

A flacidez cutânea pode ser prevenida com uma boa esfoliação semanal e uma boa hidratação/nutrição DIÁRIA. A pele, unhas e cabelo são as últimas prioridades do corpo no que toca a nutrição, pelo que muitas vezes apresentam deficiências a nível de hidratação (água) e de nutrição (nutrientes, vitaminas e minerais). Devemos beber muita água e utilizar um cosmético adequado ao nosso tipo de pele.

Tenho flacidez. Como posso tratar?

A flacidez muscular pode ser eliminada através de exercícios que promovam o aumento da massa muscular, a musculação é um exemplo perfeito :) Todo o corpo deve ser trabalhado, mas as zonas que apresentarem maior flacidez, devem ser a prioridade do treino. Normalmente essas zonas são as áreas mais expostas à força da gravidade: braços (trícipes especialmente), glúteos, zona interna da coxa (adutores), abdómen, peito. Quanto mais acentuado for o grau de flacidez mais tempo demora a ver os resultados. Existem tratamentos estéticos que podem ajudar e acelerar os resultados.

Flacidez CutâneaA flacidez cutânea pode ser melhorada e até eliminada o tratamento envolve várias vertentes como a cosmética e tratamentos estéticos. Quanto maior for o grau de flacidez maior o número de tratamentos necessários. Existem casos em que o excesso de pele pode ser demasiado grande para se conseguir um resultado satisfatório apenas com tratamentos e cosmética, poderá ser necessário fazer uma cirurgia para remover a pele em excesso. No rosto essa cirurgia chama-se lifting facial, no abdómen abdominalplastia, e no restante corpo liftingcorporal.

Quais os tratamentos estéticos mais eficazes?

Sem nenhuma ordem de eficácia ou preferência especifica pois cada tratamento pode ser mais indicado num caso e menos em outro. Consulta sempre a sua esteticista ou dermatologista antes de iniciar um plano de tratamentos. Por vezes a combinação de várias técnicas é necessária e fundamental. Eu pessoalmente, quando é possível, gosto sempre de combinar tratamentos para flacidez muscular com tratamentos para flacidez cutânea os resultados aparecem mais rápidos e são melhores.

➔ Flacidez muscular:

◉ Electroestimulação – ginástica passiva;
◉ Plataforma Vibratória.

➔ Flacidez cutânea:

◉ Radiofrequênica;
◉ Microdermoabrasão;
◉ Mesoterapia;
◉ Carboxoterapia;
◉ Crioterapia.

A alimentação saudável é fundamental para os resultados?

Sim. É através da nossa alimentação que a nossa pele e/ou os nossos músculos recebem os nutrientes necessários para se regenerarem. Sem uma alimentação correcta estamos apenas a retardar a resolução do problema. existem muitos alimentos eficazes para melhorar a flacidez.

O uso de suplementos alimentares é indicado?

Depende. Cada caso é um caso e depende muito do grau de flacidez, da idade do paciente, do objectivo e expectativas do mesmo. Os suplementos podem dar uma grande ajuda e acelerar os resultados mas como o própio nome indica eles servem para complementar uma alimentação já equilibrada, eles devem sempre ser recomendados por profissionais.

Obrigada por lerem.

Um beijo,
Andreia Barros

2 Responses to Como eliminar a flacidez?
  1. julia lisboa Responder

    quais os alimentos eficazes para melhorar a flacidez do corpo obrigada…..

    • andreiabarros Responder

      Olá Júlia,
      obrigada pela tua visita ao BeSaudável. vou aproveitar a tua dúvida para um próximo post! Fica atenta :) Beijinhos

Deixar uma resposta

O seu e-mail não será publicado. Introduza Nome, Email e o respectivo comentário.

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>